Saúde e bem estar

Pipoca é saudável? Tire suas dúvidas

A pipoca é um alimento derivado do milho, e é indispensável no momento de ver um filme, ou uma partida desportiva em casa, mas a questão que se coloca é: será que a pipoca é saudável? Pode ser consumida com tranquilidade?

E quanto aos tipos de pipoca?

Se quiser saber as respostas a estas perguntas, não deixe de ler este artigo até ao final porque vamos responder a estas perguntas.

Vamos dividir este artigo em duas partes: primeiro vamos falar dos tipos de pipoca, das menos saudáveis para as mais saudáveis e vamos terminar falando sobre as pessoas que podem consumir pipoca com tranquilidade e as que precisam ter algum cuidado. Confira.

Tipos de pipocas

Pipoca é saudável?

Pipoca de micro-onda: a pipoca de micro-ondas a única coisa natural que ela possui é o milho e mesmo o milho transgênico não é 100% natural.

A pipoca de micro-ondas é rica em gordura, vegetal hidrogenado, um excesso de sódio refinado, sal branco de mesa, antioxidantes artificiais, corantes artificiais, realçadores de sabor a base de glutamato e monossódio.

Portanto, este tipo de pipoca é um dos piores alimentos que você pode consumir.

Pipocas adocicadas: Pipoca gourmet, pipoca sabor chocolate branco e tantas outras opções não são boas para o consumo.

O problema é que a pipoca vem do milho e como sabemos o milho tem uma quantidade muito grande de amido.

O amido é uma forma que a planta encontrou de armazenar açúcar e quando é adicionado o açúcar na pipoca, os níveis dessa substância como é obvio aumentam.

Portanto, não é saudável consumir este tipo de alimento.

Pipoca de cinema: concordamos que assistir um filme sem pipoca realmente não é o mesmo, mas infelizmente as pipocas de cinema também não são as mais saudáveis porque contêm óleos vegetais hidrogenados, óleo de milho, girassol e canola.

Além disso, ela é feita com uma substância artificial que dá aquele sabor de manteiga e também é utilizado o sal refinado, geralmente em uma quantidade muito grande.

Pipoca feita em casa: a pipoca feita em casa é exatamente a pipoca mais saudável porque tem uma série de cuidados na sua preparação.

Embora ela seja um alimento que contém muito carboidrato e um índice glicêmico elevado ela é bastante rica em polifenóis, alguns minerais importantes para a saúde do nosso organismo.

Como fazer uma pipoca caseira saudável?

  • Primeiro jamais utilize os óleos vegetais hidrogenados e a pipoca deve ser feita no vapor;
  • Evitar temperos artificiais;
  • Nada de sal refinado;
  • Opte em temperar a sua pipoca com sal integral, sal rosa da himalaia porque além do cloreto de sódio e magnésio tem manganês, potássio e uma série de minerais que vão contribuir para sua saúde.

Quem deve evitar o consumo de pipoca?

O consumo da pipoca deve ser evitado por aquelas pessoas que desejam emagrecer.

A pipoca tem muito carboidrato e o índice glicêmico da pipoca é o mesmo do pão.

Neste sentido, para aquelas pessoas que estão em uma estratégia de emagrecimento a pipoca não é uma boa opção para esse propósito.

Outro grupo de pessoas que também deve evitar o consumo de pipocas são os diabéticos.

Como já referimos, a pipoca tem bastante amido e carboidrato, mas se for consumida esporadicamente de 15 em 15 dias não representa qualquer problema.

Nota final

Como podemos observar a pipoca saudável é aquela que é feita em casa, sem nenhum aditivo artificial.

Portanto, se você é uma pessoa saudável que não está buscando o emagrecimento e que não tem problema de diabetes, você pode consumir a sua pipoca caseira tranquilamente.

Leia também:

error: Content is protected !!

Adblock Detectado

Por favor, ajuda-nos a manter este site, desactivando o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo. Obrigado!