ComportamentoSaúde e bem estar

Como ser mais racional e menos sentimental

Como ser menos emocional e mais racional? Uma questão frequente entre pessoas que enfrentam dificuldades em controlar suas emoções. Se você deseja ser mais racional e menos sentimental, é hora de deixar sua mente racional agir e analisar a situação antes que apenas seu lado emocional tome uma decisão.

Antes de responder aquele e-mail difícil, faça uma pausa e preste atenção consciente à sua respiração. Dessa forma, você está oxigenando seu corpo e repensando como vai responder. Este é apenas um exemplo.

Você precisa desenvolver a inteligência emocional para ser mais racional. Isso pode ser feito de várias formas, veja algumas delas abaixo:

  • Observe e analise seu próprio comportamento;
  • Domine suas emoções;
  • Aprenda a lidar com as emoções negativas;
  • Aumente a autoconfiança;
  • Aprenda a lidar com o estresse;
  • Não tenha medo de se expressar;
  • Desenvolva empatia;
  • Coloque a resiliência em prática.

Por que estou muito sentimental?

Como ser mais racional e menos sentimental

Crises de choro que acontecem sem motivo são um sinal de que algo está errado. Se você está chorando mais do que o normal e não consegue parar de chorar, pode estar passando por uma depressão não diagnosticada ou outro transtorno de humor. É preciso buscar ajuda profissional quando já se sente nessa situação.

O que fazer para não ser tão sentimental?

Você seguir algumas dicas para não ser tão sentimental. As dicas abaixo podem ajudar você com isso:

  • Crie resistência;
  • Fique em silêncio e não reaja. Você não precisa reagir a tudo;
  • Não pense muito. Ser excessivamente sensível às vezes nos faz ver as coisas fora de proporção;
  • Entenda por que as coisas o incomodam;
  • Não leve as críticas muito a sério.

Por que é difícil controlar seus pensamentos?

Se você não consegue controlar seus pensamentos isso pode ser por conta de transtorno de ansiedade generalizada, transtorno obsessivo-compulsivo, transtorno de défice de atenção, hipomania e outras doenças mentais.

Recomendamos que você procure um médico para avaliar, fazer um diagnóstico diferencial e indicar o melhor método de tratamento para você ou qualquer pessoa nessa situação.

Recomendações do autor:

Mostrar Mais

Leia Também

Botão Voltar ao Topo

Adblock Detectado

Por favor desative seu bloqueador de anúncios! Usamos anúncios para garantir a manutenção deste blog. Portanto, se você deseja continuar lendo nosso conteúdo de forma gratuita, desative o seu bloqueador de anúncios e atualize a página!