Saúde e bem estar

Falta de sono: conheça as principais causas e consequências

De acordo com os neurocientistas, existe uma relação entre a privação de sono com doenças degenerativas.

Sabendo da importância do sono para nossa saúde física, para nossa imunidade, nossa saúde mental e concentração nós decidimos abordar neste artigo sobre a falta de sono, suas causas e o que acontece com o nosso organismo quando não dormimos adequadamente. Confira!

Causas da falta de sono

Alimentação

Os alimentos que nós ingerimos podem atrapalhar ou ajudar o nosso corpo a dormir.

Por exemplo, comidas muito apimentadas, refeições pesadas com muitos carboidratos a menos de duas horas antes de dormir podem interferir muito no sono.

Dor

Sabemos que muitas pessoas sofrem com dores crónicas no corpo, quer seja por atrite ou por posições musculares, dor nas costas e tudo isso são factores que prejudicam muito o sono.

No caso das pessoas que têm insônia, elas ficam mais sensível à dor, pois a área do cérebro que regula o sono fica mais inflamada, ela não consegue diferenciar o que é uma dor importante do que não é, então a pessoa sente muito mais dor e aí vira um ciclo.

Falta de actividade física

Para que nós consigamos dormir, precisamos de um corpo cansado, uma mente quieta e o exercício faz com que a energia do corpo seja usada de uma forma correta e ajuda muito no adormecimento.

Vários estudos demonstram que pessoas que fazem exercícios físicos dormem com mais qualidade, elas dormem por mais tempo, tem menos despertar e muito mais energia durante o dia.

Alterações do nosso humor

Depressão, ansiedade, stress, ou seja, alterações do humor pode fazer com que você não consiga dormir bem ou que durma e acorde de uma forma não produtiva.

Essas alterações também podem fazer com que não consiga voltar a dormir ou acorde muito mais cedo.

Hábitos roubadores de sono

O nosso corpo foi feito para que nós consigamos dormir naturalmente, para ficar acordado de dia e dormir à noite.

Isso é biológico e nosso corpo sabe o momento de dormir, mas devido a várias questões da nossa rotina do mundo atual, o nosso cérebro perde esse relógio, perde esse time e começa a ficar treinado para inverter isso.

Artigos Relacionados

Ele começa a ficar treinado para ficar acordado a noite. Esses hábitos sabotadores do sono é causa principal que mantém a insônia a longo prazo.

Remédios

Existem alguns remédios como antidepressivos que podem prejudicar o sono.

Também alguns remédios para gripe que tem efedrina que é uma substância que faz com que haja um aumento do nível de adrenalina de alerta quando é usado próximo ao final do dia pode causar problemas de sono.

Doenças

Existem três principais doenças do sono, nomeadamente, apneia, síndrome de pernas inquietas e narcolepsia.

E essas doenças são normalmente diagnosticadas através de uma consulta médica e também através de um exame chamado polissonografia.

Consequências da falta de sono

Alguns estudos apontam que as pessoas que dormem menos vivem menos. Então pensamos que talvez essa seja a mensagem mais importante que precisamos passar.

Outras consequências

  • Sonolência excessiva diurna: A falta de sono pode provocar vários sintomas e os sintomas mais frequentemente observado é o que se chama de sonolência excessiva diurna, ou seja, a pessoa sente muito sono durante o dia;
  • Doenças psiquiátricas: Pessoas que dormem pouco têm uma maior probabilidade de desenvolver transtornos da moita sociedade, ou seja, tem mais chance de ter depressão ou síndrome do pânico;
  • Prejudica a memória: A falta de sono também está associada com o desempenho cognitivo, ou seja, para que tenhamos uma boa memória precisamos ter um bom sono e um bom sono está relacionado a um tempo total de sono adequado.

Leia também:

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!