Mercado digital em Angola – O cenário actual e os grandes desafios

Comece depois da publicidade

Mais do que actuar em um mercado é saber como ele funciona e conhecer os seus principais desafios, e para quem deseja actuar ou já actua no mercado digital em Angola o cenário não é diferente.

Quando falamos de “mercado” nos referimos a um ecossistema de negócios, que pode ser favorável ou não. A partir disso, podemos ter uma pequena ideia sobre o que seria propriamente o mercado digital.

Em Angola, o mercado digital tem crescido muito nos últimos tempos, sobretudo com a explosão de e-commerces.

Em 2019, o comércio electrónico registou tributos na ordem dos 15 a 20 milhões de kwanzas segundo os dados do sistema integrado de gestão tributária (SIGT). A cada dia que passa aumentam-se as compras e vendas através da internet, e novas empresas vão descobrindo a importância de estarem inseridas neste mercado.

Mas vamos entender melhor isso…

O que é mercado digital?

o que é mercado digital

O mercado digital é o ambiente sobre o qual acontecem as transacções comerciais através da internet. É o mundo dos negócios online explorados por pequenas e grandes empresas a nível do mundo.

Para muitas empresas, o mercado digital é o universo por onde os negócios fluem naturalmente, mas apresentando uma série de vantagens que impulsionam o seu crescimento.

Contudo, você já parou para se perguntar como é o mercado digital em Angola? Sabe se seria uma boa opção apostar nesse mercado aqui mesmo em Angola ou se seria apenas uma perca de tempo?

Bem, iremos mais afundo sobre esse assunto e saberemos se é ou não uma boa opção apostar nesse mercado.

A realidade do mercado digital em Angola

O mercado digital apresenta uma forma moderna de como os negócios se tornam possíveis, e Angola já vem experimentado isso há anos.

Publicidade

É através de alguns cliques que grandes coisas acontecem, soluções são criadas e ofertadas a vários clientes e, como consequência, mais receitas são arrecadadas pelas empresas deste mercado.

Falando desse jeito tudo parece uma maravilha, e é, quando o mercado digital é favorável, ou seja, quando os negócios digitais acontecem da melhor forma possível. Será esse o caso de Angola?

Angola é um país favorável para negócios digitais?

Essa questão poderia ser formulada de uma outra forma, como: O mercado digital angolano é favorável?

Em todo o caso, existe uma única resposta clara para essa questão e é um doloroso “Não”, e isso é justificado pelos grandes desafios que este mercado enfrenta (saberá mais abaixo).

Um levantamento realizado pela Harvard Business Review (HBR) sobre os países mais favoráveis para negócios digitais onde foram listados 42 países com o mercado digital mais favorável a nível mundial, Angola simplesmente não esteve nem em último lugar na lista, e isto com certeza não é um indicativo positivo.

Mas, apesar dos desafios e das dificuldades, é possível participar do mercado digital angolano e conseguir se manter com seus negócios no digital, assim como fazem as empresas que tomam conta desse mercado em Angola, como o Bayqi, Stekargo etc.

Desafios e dificuldades do mercado digital em Angola

Os desafios que o mercado digital angolano enfrenta explicam claramente a razão de não ser favorável. Dentre os vários desafios podemos aqui destacar alguns como:

O acesso à internet

O acesso a internet em Angola

Quando nos referimos a qualquer actividade que envolva a internet como elemento fundamental o principal desafio em Angola é o acesso à internet.

O acesso à internet ainda continua sendo uma dificuldade entre vários angolanos, tanto que, num universo de cerca de 30 milhões de habitantes, apenas 4 em cada 100 pessoas conseguem comprar 1GB de internet para se manterem conectados e gozarem de seus benefícios, um dos quais é a possibilidade de participar no mercado digital, mesmo que, como um simples consumidor.

Confiança e segurança

Para além do acesso à internet existe também questão da confiança e segurança, pois, é um facto que muitos angolanos se sentem inseguros ao inserirem-se no mercado digital para, por exemplo, comprar um produto.

Em todo o caso, as transações na internet devem acontecer de forma segura a fim de que o mercado digital não seja visto como um meio sobre qual os aproveitadores fazem das suas.

Por esta razão, uma empresa que deseja actuar no mercado digital em Angola, deve, além de possuir um NIF, possuir políticas que convençam os seus possíveis compradores.

Métodos de pagamentos

Métodos de pagamentos em Angola

Outro desafio tem a ver com a forma ou método de pagamento, que, com o surgimento de novas tecnologias deixou de ser um grave problema, já que agora os compradores podem efectuar pagamentos através do próprio telemóvel, fazendo o uso de aplicativos como o multicaixa Express ou ainda o serviço e-Kwanza.

Porém, há algum tempo atrás, a falta de tecnologias que possibilitasse o pagamento através do telemóvel contribuía de certa forma para que o mercado digital não saísse de um nível para um outro mais elevado.

Mas, ainda que essas tecnologias sejam criadas, é preciso sensibilizar os angolanos a fazerem o uso dessas tecnologias e tirarem maior proveito delas, e, na verdade, é este o desafio que persiste.

Promover o comércio electrónico

Promover o comercio electrónico em Angola

Não se pode falar a respeito do mercado digital em Angola sem mencionar o comércio electrónico, pois ele tem papel importante no crescimento do mercado digital em Angola.

O comércio electrónico facilita a compra e venda de produtos, transmitindo comodidade ao comprador e facilidade ao vendedor, e o melhor é que isso é feito através da internet, o que significa que não exige que o comprador e o vendedor tenham presença física no momento da negociação.

Apesar de ser uma atividade ainda por muitos desacreditada, o comércio electrónico em Angola tem crescido significativamente, e esse crescimento se tornou ainda mais notável no momento em que a pandemia obrigou o fechamento das lojas físicas.

O SEO e as redes sociais

As redes sociais

SEO (Search engine optmization) consiste na optimização para mecanismos de busca, ou seja, usar uma página web otimizada para ser facilmente encontrado em sites de pesquisas, como o famoso Google, por exemplo.

É uma prática pouco apreciada em Angola, se fizermos uma comparação com outros países.

A grande parte das pessoas em Angola geralmente não buscam por produtos nos sites de pesquisa, na verdade esse é um hábito que deve ser desenvolvido.

E, por outro lado, estão a redes sociais, que em relação ao SEO são muito mais apreciadas, aliás, concentram o maior número de usuários de internet em Angola.

O contributo das redes sociais no crescimento do mercado digital angolano é notável. O facebook por exemplo, por possuir uma versão gratuita em Angola, tem significado o principal meio de negociação de muitos angolanos através da internet.

Aliás, é possível afirmar que maior parte das negociações online em Angola ocorrem no facebook.

E quais as vantagens de apostar nos negócios digitais em Angola?

Quando comparado ao mercado convencional, o mercado digital apresenta maior vantagem, desde facilidades na criação de um negócio, construção de uma audiência sólida até a isenção de pagamento de aluguel de espaço, como acontece fora do mercado digital.

Entretanto, construir um negócio digital é uma boa opção para economizar mais e ainda ter a possibilidade de estar cada vez mais próximo de seus clientes através da conexão de internet.

No mercado tradicional, por exemplo, os negócios apresentam uma dinâmica diferente. E apesar de que maior parte dos negócios, ou das empresas em Angola fazem parte do mercado físico (convencional), apostar no digital é uma escolha aliada às tendências dos negócios globais actualmente.

A presença de qualquer empresa na internet tornou-se fundamental. Este facto teve maior credibilidade com o surgimento da pandemia que desestabilizou o mundo dos negócios e não só.

Em tempos em que as empresas eram obrigadas a permanecerem fechadas, a internet permanecia e chegou a atingir o pico de usuários activos, o que favoreceu o mercado digital em Angola e no mundo em geral.

A partir daí várias pessoas se deram conta de que existe uma possibilidade de adquirem produtos e serviços através da internet, e, de semelhante modo, as empresas deram conta de que há um mercado a ser explorado no digital, e isso os fez conhecer o poder da internet nos negócios.

Mas, em tudo isso, as empresas que já actuavam no mercado digital não tiveram grandes problemas, pelo contrário, o número de vendas teve um aumento significativo, enquanto outras empresas tentavam ainda se enquadrar no mercado digital.

Tendo tudo isso em consideração, você tem vários motivos para apostar no mercado digital em Angola.

error: Conteúdo protegido !!