MarketingTecnologia

Tudo sobre o acesso a internet em Angola (com dados e estatísticas)

Já parou para pensar em quantos angolanos têm acesso a internet nos dias de hoje e como eles conseguem aceder a internet? Ou talvez no que os angolanos fazem e onde estão concentrados os usuários de internet em Angola?

Por mais que a sua resposta seja um “NÃO”, saber sobre o acesso a internet em Angola é importante, sobretudo para quem é amante de internet, pois aumenta o seu conhecimento sobre o assunto.

O conteúdo abaixo detalha alguns pontos mais importantes sobre assunto referente ao acesso a internet em Angola.

O acesso a internet em Angola nos dias de hoje

Estamos vivendo um tempo em que mais pessoas sentem a necessidade de possuir acesso a internet para realizar pequenas ou grandes actividades do dia a dia.

Possuir acesso a internet é possuir a possibilidade de buscar e trocar informações, realizar negócios e muito mais. A partir do momento que percebemos isso, conseguimos entender a razão pela qual mais pessoas precisam ter acesso a internet em Angola.

Porém, quando nos viramos a realidade de Angola o que enxergamos é um cenário triste e uma grande preocupação, sobretudo pelo facto de que, em Angola, com cerca de 30 milhões de habitantes, apenas 4 em cada 100 pessoas têm a possibilidade de comprar 1GB de internet.

Quantas pessoas têm acesso a internet em Angola?

Quantas pessoas em Angola usam a internet

Veremos antes de tudo uma pequena comparação entre alguns anos para termos uma ideia de como tem sido o comportamento das estatísticas referentes ao acesso a internet em Angola, ou seja, se mais pessoas estão acedendo a internet com o passar dos anos ou se estamos perdendo os usuários de internet dos anos anteriores a medida que os anos vão passando.

Em 2014, dados do censo realizado no mesmo ano apontavam para cerca de 2.119.946 (dois milhões, cento e dezanove mil e nove centos e quarenta e seis) utilizadores de internet em Angola.

Passados 4 anos, ou seja, em 2018, dados revelados pelo instituto angolano de telecomunicações (INACOM) apontavam para cerca de 4 milhões de utilizadores de internet num universo de 13 milhões de utilizadores de telemóvel no país.

Já em 2020, dados revelados pelo ministério das telecomunicações apontam para mais de 6.857.062 (seis milhões, oito centos e cinquenta e sete mil e sessenta e dois) utilizadores de internet em Angola.

Com base nisso, podemos entender como tem crescido o número de angolanos com o acesso a internet em Angola e isso já significa muito, mas ainda precisamos mais.

Todavia, de acordo com uma publicação do jornal expansão, o governo Angolano ambiciona um crescimento de 85% de utilizadores de internet, aproximadamente 12,8 milhões de utilizadores até 2022, o que corresponderá há quase o dobro do número de utilizadores de internet em Angola em 2020.

O acesso à Internet nas zonas rurais

Não se tem dados actualizados referente ao número de usuários de internet nas zonas rurais de Angola, mas, é um facto que o acesso a internet nas zonas rurais precisa ser massificado, ou seja, deve-se criar estratégias para garantir que mais pessoas das zonas rurais tenham acesso a internet.

Na verdade, isto é uma preocupação por parte do governo. Pois, o governo angolano teve, em 2019, um plano para estender o acesso a internet as zonas rurais até o ano de 2021. Neste plano, o governo contava com a parceria da empresa americana de telecomunicações one web.

O preço da internet em Angola

Um dos motivos, senão o principal pelo qual existe um fraco número de pessoas com acesso a internet em Angola é o preço dos pacotes de internet nas principais empresas do sector de telecomunicações do país.

Só para se ter uma ideia do quanto a internet é cara, 4 a cada 100 Angolanos têm a possibilidade de comprar 1GB de internet, de acordo com o estudo da União Africana (UA) e da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE).

Isso mesmo, apenas um giga.

Com isso, Angola se situa entre os 3 países com a internet mais cara na África austral, assumindo o terceiro lugar, e em geral, uma das mais caras de áfrica. Enquanto que, o Sudão é o país africano com a internet mais barata a nível de África.

Pacotes de internet a preços baixos

Pode parecer contraditório, afinal, eu acabei de dizer literalmente que a internet em Angola é muito cara não, é mesmo?

É sim. Mas, as principais empresas de telecomunicações em Angola oferecem alguns pacotes de internet a preços baixos, podendo até os menos remunerados comprar com facilidade.

Mas, então, qual é o problema?

O problema é que, você tem pouco menos de 2GB para navegar em curto tempo, porém a um preço baixo. Por exemplo, você tem 400MB para usufruir no prazo de 24 horas, ou ainda, tem 1GB para navegar da meia noite até as 5 horas da manhã, por exemplo.

Diante disso, vários usuários de internet em Angola sentem-se desconfortáveis e pressionados ao fazer o uso da sua internet, pois, seria mais justo que cada um usasse a sua internet de acordo com as suas necessidades, sem ter que se apressar para fazer tudo em curto tempo antes de ver seu pacote de internet ser invalidado.

Onde estão concentrados os usuários de internet em Angola

onde os angolanos mais ficam na internet

A maior parte de usuários de internet em Angola está concentrado nas redes sociais. O facebook responde como a rede social mais querida dos angolanos, isso talvez por possuir uma versão gratuita. Actualmente, o facebook tem mais de 2 milhões de usuários em Angola.

Qualidade na conexão

Além dos preços não estarem aos pés de todos os angolanos, existem ainda vários problemas na conexão em certas zonas do país. Algumas empresas de telecomunicações chegam a possuir uma qualidade de conexão não tão boa, fazendo com que, as vezes, os usuários prefiram não ter um pacote de internet do que ter e não poder usufruir através da péssima qualidade na conexão.

Pontos de acesso gratuito a internet em Angola

Pontos de acesso gratuito a internet em Angola

É um facto que em Angola o número de pessoas com a capacidade de pagar uma boa internet é baixo, a razão para isso é que o preço não favorece. Diante disso, poder se conectar a internet de forma gratuita se tornou um desejo de muitos angolanos.

Contudo, em Angola, já existe mais de 125 pontos de acesso gratuito a internet, o que não é muito, mas facilita a vida de milhares de Angolanos que antes não podiam estar conectados a internet por conta da falta de condições monetárias. Porém, existe, por outro lado, o sentimento de desconforto ao sair de casa para poder usar a internet.

Como os angolanos acedem a internet

A grande parte dos angolanos acede a internet através de um telemóvel.

Segundo o INACOM, existem actualmente em Angola mais de 14 milhões de utilizadores de telefonia móvel, podendo ainda este número crescer significativamente até 2022, tendo em conta o objectivo do governo angolano de que a taxa de penetração média nacional de telefonia móvel atinja os 59,33% até 2022.

Conclusão

Há muito o que se deve fazer para que se melhore o acesso a internet em Angola.

E apesar do facto de que Angola precisa possibilitar o acesso a internet a mais pessoa, sobretudo para aqueles que se encontram nas zonas rurais, Angola precisa também possuir internet com uma boa qualidade na conexão.

error: Content is protected !!

Adblock Detectado

Por favor, ajuda-nos a manter este site, desactivando o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo. Obrigado!