Comportamento

O que pode acontecer se prender o espirro?

A prática de prender o espirro é muito comum e todos nós já o fizemos em algum momento em nossas vidas. Na sala de aula, no trabalho ou até mesmo no meio de uma reunião importante, prender o espirro algumas vezes parece inevitável, já que espirrar no meio de outras pessoas pode parecer incômodo para os outros e até para nós mesmo.

Mas, o que realmente acontece com o nosso organismo quando prendemos o espirro?

Se você não sabe, o ar que sai de um espirro pode atingir uma velocidade superior a 160 quilômetros por hora, e ao evitá-lo, a pressão se volta para dentro da cabeça, podendo provocar tontura, ruptura dos tímpanos, e até mesmo inflamação.

O que você precisa entender é que o espirro é muito importante para o bem-estar das pessoas por ser um eficiente mecanismo de defesa do organismo diante da presença de partículas ou micróbios que causam irritação, como poeira, pólen, ácaros, vírus, bactérias e fumaça.

Ao prender o espirro, a pessoa mantém a secreção que seria expelida dentro das vias aéreas, o que pode levar a um quadro de sinusite. Resumindo, segurar espirro é muito mais perigoso do que parece e pode causar 4 problemas graves que você verá logo abaixo:

O que pode acontecer se prender o espirro: 4 Riscos de segurar o espirro

O que pode acontecer se prender o espirro?
O que pode acontecer se prender o espirro?
  1. Se a pessoa que segurou o espirro tiver alguma secreção no nariz, esse material que não foi expulso do corpo pode ir para o ouvido e gerar uma inflamação;
  2. Em casos mais graves, segurar o espirro pode estourar o tímpano, a membrana com nervos, que fica dentro do ouvido e transmite as vibrações do ar para parte interna do canal auditivo;
  3. Antes de espirrarmos, nosso diafragma se contrai e enche o pulmão de pressão que, por sua vez, só é liberada quando liberamos o espirro. Se essa pressão não escapa, pode ser dirigida para outros lugares, como a pálpebra ou direto para o olho;
  4. Pode parecer inacreditável, mas segurar o espirro pode até causar fratura. O caso raro aconteceu com um paciente britânico que rompeu a parte de trás da garganta porque tentava não espirrar.

O que especialistas recomendam?

Especialistas recomendam que além de não evitar o espirro, a pessoa deve fazer higienização nasal com soro fisiológico para eliminar qualquer secreção que esteja se acumulando nas vias aéreas, evitando assim processos inflamatórios.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!