Saúde e bem estar

Feridas na região íntima: O que causa e como é o tratamento?

Toda e qualquer úlcera ou ferida que surja no órgão genital em pessoas que têm uma vida sexual activa, deve ser considerada uma doença sexualmente transmissível até que se prove o contrário.

Entretanto, as feridas na região íntima podem também surgir em pessoas que nunca tiveram atividades sexuais ou que sempre tiveram o cuidado de se relacionar com métodos de proteção, logo essas pessoas têm o que se chama úlcera ou ferida na região íntima não relacionadas a doenças sexualmente transmissíveis.

Neste artigo vamos aprender sobre as principais causas da úlcera ou ferida na região íntima e como pode ser tratada. Confira.

Quais são as principais causas de ferida na região íntima?

As feridas na região íntima podem surgir por diversas causas que incluem:

  • Pancadas;
  • Lesões provocadas pelo atrito durante o contato íntimo;
  • Alergias ao material de roupas ou absorventes íntimos;
  • Depilação íntima feita sem cuidados.

Doenças sexualmente transmissíveis

As infeções sexualmente transmissíveis também são causas de ferida na região íntima e as mais comuns incluem:

  • Herpes genital: é uma infecção causada pelo vírus herpes simplex e é adquirida pelo contato com as bolhas ou úlcera do parceiro ou parceira. Ela provoca o surgimento de vermelhidão e pequenas bolhas que causam dor, ardência ou coceira;
  • Sífilis: é causada pela bactéria treponema pallidum que na maioria das vezes é transmitida através do contato íntimo sem uso de preservativo;
  • Cancro mole: também conhecida como cancróide é uma infecção causada pela bactéria haemophilus que provoca úlceras múltiplas velozes e com secreção purulenta ou sanguinolenta;
  • Infecção pelo hpv: apesar de mais comumente formar caroços também podem provocar ferimentos. Em alguns casos mais raros também é possível que a ferida na região íntima seja provocada por uma doença auto-imune como a doença de crohn ou até mesmo por um câncer genital.

Como tratar feridas na região íntima

Geralmente a ferida cicatriza sozinha após alguns dias. Em alguns casos o médico poderá indicar o uso de alguma pomada para facilitar a cicatrização e opções à base de antibióticos, corticoides ou vitamina D.

Nota final

É importante lembrar que a presença de infecções genitais representa risco de infecção pelo vírus da imuno deficiência humana e além de serem portas de entrada para a infecção pelo vírus e outros microrganismos.

Por isso, devem ser prevenidas com o uso de preservativos e devidamente tratadas com um ginecologista ou infectologista.

Leia também:

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!