Tudo sobre empreendedorismo em Angola

Updated : Fev 08, 2020 in Negócios

Tudo sobre empreendedorismo em Angola

Compartilhe o artigo

Respondendo as várias dúvidas de internautas angolanos sobre o empreendedorismo em Angola, resolvemos, então, produzir este artigo detalhando tudo sobre o assunto para acabar de uma vez por todas com as dúvidas de várias pessoas que pretendem entrar para o mundo do empreendedorismo aqui em Angola.

Então, se você deseja descobrir um pouco, ou até mesmo  o suficiente sobre o empreendedorismo no nosso país, fique conosco e acompanhe o conteúdo atentamente até ao final.

Segundo um estudo realizado pela GEM em 2018, ficou claro de que, cerca de um quarto da população feminina (da idade adulta) em Angola está envolvidas em atividades comerciais, isto significa 25,2% das pessoas adultas do gênero feminino em Angola, estão dentro do mundo dos negócios.

Em alguns casos, isso não acontece por vontade própria, isso é uma certeza.

A verdade é que, várias pessoas são obrigadas a se tornar empreendedoras para mudar significativamente suas condições financeiras, sendo que, atualmente a economia no pais é fraca , e o emprego é procurado desesperadamente por uma grande parte dos  Angolanos, na sua maioria, jovens de diferentes idades.

Por outro lado, várias outras pessoas estão abraçando o empreendedorismo com o principal objectivo de aumentar seus ganhos e melhorar suas finanças pessoais.

Entendendo o empreendedorismo em Angola

O sonho de ter um negócio próprio, de abraçar as grandes oportunidades de negócios e lucrar grandes quantidades de dinheiro, o desejo de afastar-se da crise financeira e lutar para conquistar a liberdade financeira, são apenas algumas das razões para se pensar em começar a empreender no país.

É, por tanto, certo que, o empreendedorismo em Angola representa um assunto bastante controverso nos dias de hoje, pois, a vontade dos Angolanos de empreender tem aumentado a cada dia que passa, atendendo o alto nível de desemprego no pais.

Se pensarmos em uma estatística aproximada a realidade, podemos dizer que 75% dos Angolanos sonham em administrar um negócio próprio.

Entretanto, se você pensa que apenas os desempregados pensam em começar um negócio próprio, certamente está enganado.

É certo que, ter uma renda além do salário mensal, representa uma mais-valia para as finanças pessoais, e é nisso que os Angolanos pensam.

Mas afinal – O que é empreendedorismo?

Empreender se resume não simplesmente no processo de criação de empresas, mas, na capacidade de enfrentar problemas e, portanto, encará-los como oportunidades para melhorar de uma certa forma a sua condição financeira, atingindo, assim, lucros significativos.

Antigamente, o empreendedorismo era mais apreciado por pessoas de um nível pouco mais elevado, podemos assim dizer.

Mas, com as várias dificuldades da presente Angola, tornou-se comum ouvir o termo empreendedorismo, além do elevado número de cursos no mesmo ramo.

Contudo, isso não significa dizer de que os Angolanos não empreendiam, pelo contrário, estamos querendo dizer de que o estudo do empreendedorismo no sentido formal tornou-se mais comum nos tempos atuais.

Qual é a realidade atual do empreendedorismo  em Angola?

Empreender é bom, mas, melhor do que isso é se dar bem em seus empreendimentos, isso significa investir e ganhar, em Angola é comum encontrar empreendedores de várias idades, do mesmo modo, o número de pessoas com medo de investir, é ainda altíssimo.

Segundo o Map Enterpreuship around the World (em Português- Mapa de empreendedores em todo o mundo), Angola é o sexto pais mais empreendedor do mundo com cerca de 12,4%.

Tudo sobre empreendedorismo em Angola
Tudo sobre empreendedorismo em Angola

Este estudo revela, por tanto, o interesse e a necessidade dos Angolanos com relação ao empreendedorismo.

Como já dissemos acima, diferentes razões fazem com que várias pessoas se interessem mais ao empreendedorismo em Angola, tanto estrangeiros como nacionais.

Por outro lado, várias outras pessoas estão perdendo suas esperanças ao empreendedorismo Angolano, muitos, devido a condição atual do país.

Mais baixo, abordaremos detalhadamente os factos que estão relacionados ao empreendedorismo em Angola, seja eles bons ou maus.

A principal dificuldade dos empreendedores Angolanos

Sobre empreendedorismo em Angola já dissemos muito, mas afinal, qual é a maior dificuldade dos empreendedores Angolanos?

Se você respondeu – Lidar com a crise, está certo.

Há vários anos Angola tem enfrentado uma terrível crise econômica e financeira, deixando, assim, os empreendedores inquietos, assombrados, e muitos deles, desmotivados.

A verdade é que, estamos lutando para alcançar tempos melhores, pois, com a fraca economia no pais, está sendo difícil para vários empreendedores enfrentar esse tempo de altos e baixos.

Com a chegada de maus tempos no pais, vários empreendedores estão desistindo pelas seguintes razões:

  • Compra de produtos com preços altíssimos para revenda
  • Baixo número de vendas pela alteração constante de preços
  • Para empreendedores que compram produtos no estrangeiro, ficou mais complicado com a escassez do dólar

Por esta razão, começar um negócio em Angola requer mais atenção, estudo profundo da área e da concorrência, capital suficiente e, o resto está centrado na determinação, força de vontade e persistência.

Recomendações do autor

O que você precisa saber antes de começar um negócio lucrativo em Angola?

O artigo recomendado acima tem uma lista bastante interessante sobre o que você deve saber antes de começar um negócio em Angola. Vale apena ler para não cometer erros com o seu negócio.

Fontes de financeiro para os novos empreendedores

Ao começar a carreira de empreendedor, vários Angolanos recorrem por diferentes  fontes de financiamento para dar o arranque aos seus negócios, a principal fonte e a mais recorrida é o dinheiro próprio, também conhecida como poupança pessoal do empreendedor.

Todavia, há ainda outras fontes de financiamentos que podem ajudar o empreender a alavancar o seu negócio, para o caso de o empreendedor não possuir dinheiro próprio, e suficiente, poderá ainda contar com as seguintes fontes de financiamento:

  • Empréstimos bancários
  • Empréstimos de familiares e amigos

Estas duas fontes de financiamento são também observadas por muitos empreendedores, embora o empréstimo bancário pareça ser o mais seguro, os empreendedores, confiavelmente,  optam também por fazer empréstimos em seus familiares e amigos, garantindo então a devolução dos valores estabelecidos no empréstimo,  assim que o negócio lhe render algum lucro.

A falta é uma oportunidade para novos empreendedores

Para empreendedores Angolanos visionários, a falta de diversos produtos e serviços para o bem da sociedade, constitui uma oportunidade de novos negócios para empreendedores que estão sempre atentos às necessidades dos habitantes.

Afinal, em Angola ainda existe carência de certos  produtos e serviços que podem converter em grandes lucros para quem realmente se interessar por eles e dedicar toda sua atenção.

Podemos dizer que, a visão é o que mais falta nos novos empreendedores Angolanos, e talvez mais um pouco de inovação e criatividade.

Contudo, é visto ainda empreendedores Angolanos que se mostram realmente interessados em negócios e conseguem alcançar resultados surpreendentes.

Futuro do empreendedorismo em Angola

O empreendedorismo em Angola deve ainda ser bastante estudado para se chegar a uma visão mais precisa do futuro, bem como, a possibilidade de  surgimento de novos empreendedores.

Mas, a verdade é que, com o passar do tempo, o nível de empreendedores em Angola tem aumentado de forma assustadora, fazendo-nos pensar que em mais alguns anos teremos mais empreendedores no país  e, consequentemente, teremos menos pessoas sofrendo com a pobreza.

Até aqui tudo bem, mas, há, portanto, alguns acontecimentos em Angola relacionados ao mundo empreendedor que nos preocupa.

Estes acontecimentos constituem uma desvantagem para a sociedade Angolana, pondo em risco o tão esperado futuro melhor condicionado para os empreendedores Angolanos.

 As principais vantagens e desvantagens de se ter vários empreendedores em Angola

Pensando mais além, é vantajoso ter um bom número de empreendedores activos em Angola, porém, existem também algumas desvantagens que merecem toda a nossa atenção.

Vejamos então uma lista comparativa mostrando algumas vantagens e desvantagens do número excessivo de empreendedores em Angola.

Vantagens

Uma Angola com um número excessivo de empreendedores apresentará as seguintes vantagens:

  • Diminuição da pobreza – Com vários empreendedores no país, poucas pessoas viverão na pobreza, e isso, representa uma mais-valia para o povo Angolano – afinal, estamos todos lutando para se livrar dela.
  • Melhoramento da condição de vida de vários habitantes – Um monte de pessoas vivendo em péssimas condições por falta de dinheiro, não serão mais vistas no país, pois se existir empreendimentos, com certeza existirá melhoramento da condição de vida de muitos, salvo aqueles que não demostram interesse algum.
  • Diminuição da criminalidade – A criminalidade em Angola é um facto aterrorizante. Muitos jovens, e não só, praticam estas más práticas por falta de novas oportunidades de empreender e realizar sua vida da melhor forma possível.
  • Liberdade financeira para vários jovens – A liberdade financeira é, sem dúvidas, o que vários jovens procuram, principalmente em Angola, viver sem depender de um chefe para determinar o valor do seu salário, é apenas uma das razões pelos quais os jovens buscam por liberdade financeira.

 

Desvantagens

Algumas desvantagens foram também analisadas com base a nossa realidade e listadas abaixo. Confira:

  • Diminuição da taxa de estudantes – Existe empreendedores que abraçam prazerosamente o mundo empreendedor, porém existe outros que terão de parar os estudos para empreender afim de melhorar suas condições de vida – quando os encarregados de educação não dispõem de valores monetários suficientes para os sustentar.
  • Aumento de crianças forçadas a empreender – Uma das principais desvantagens de se ter vários empreendedores é de se aumentar o número de menores que praticam ações comerciais, expostas aos vários perigos que podem acontecer ao longo de suas atividades comerciais.

Conclusão

Para concluir, faremos um breve resumo do tema abordado ‘empreendedorismo em Angola’.

Este conteúdo, por sua vez, apresentou para nós assuntos abrangentes e interessantes aos olhos de novos empreendedores e investidores Angolanos. Estes assuntos resumem-se em:

  1. Empreendedorismo em Angola
  2. O que é empreendedorismo
  3. Realidade do empreendedorismo em Angola
  4. Dificuldades dos novos empreendedores Angolanos
  5. Principais fontes de financiamento dos empreendedores Angolanos
  6. Oportunidades para novos empreendedores
  7. Uma visão futura do empreendedorismo em Angola
  8. Vantagens e desvantagens de existir vários empreendedores em Angola

Relembrando que, o conteúdo foi escrito baseado em uma análise atual da sociedade Angolana e, com opiniões de habitantes locais.

Se este conteúdo foi útil para você compartilhe em suas redes sociais com seus amigos e convide-os a fazer parte da nossa comunidade de empreendedores e investidores Angolanos.

Comente abaixo sobre qualquer dúvida ou alguma opinião, critique se achar algum erro ou alguma falta no conteúdo.

Continue lendo nossos artigos e, com certeza, ficará satisfeito com o conhecimento que passamos para você da melhor maneira possível.

Abraços e até o próximo artigo!

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *