A educação em Angola e a sua importância

Comece depois da publicidade

Você já parou para pensar na importância da educação em Angola?

A educação é sem dúvida uma alavanca para o desenvolvimento sustentável de um país, e Angola com certeza não é excepção, muito pelo contrário, Angola precisa, e muito promover a educação para os cidadãos.

O poder da educação se reflete claramente no desenvolvimento intelectual das pessoas, nos bons hábitos e costumes, na prática de suas actividades profissionais e na forma como elas devem conviver com outras pessoas dentro de uma mesma sociedade.

É exactamente isso o que eleva educação a um nível de importância ainda maior do que se pode considerar. Apesar de que, obviamente, não se tem um único entendimento sobre o que é de facto a educação e como ela pode promover o desenvolvimento de um país e dos cidadãos.

Contudo, apoiando-se no conceito de que a educação é um processo que consiste na formação de um indivíduo de modo a torná-lo útil e suficientemente capaz de inserir-se na sociedade, pode-se afirmar que a educação é o sector decisivo para o desenvolvimento de qualquer país.

Quando chegamos ao mundo e damos os nossos primeiros sinais de crescimento, somos acompanhados por uma família, por onde somos propícios a receber a primeira educação.

Aprendemos a base de convivência antes mesmo de nos inserirmos na sociedade. Esta educação familiar é desenvolvida na escola, onde aprendemos a ser mais críticos, no sentido de sabermos avaliar o que se pode ou não fazer dentro de uma sociedade.

Além disso, na escola aprendemos o conhecimento científico, religiosa e muito mais. Buscamos conhecimento sobre o que julgamos ser o nosso dom profissional e nos preparamos para no futuro exercemos tal actividade a favor do desenvolvimento do país, garantido assim, o nosso sustento financeiro.

A importância da educação em Angola

A educação em Angola

Um dos hábitos totalmente indispensável para o ser humano é a busca pelo conhecimento, e isso as pessoas o fazem de qualquer forma.

A falta de educação impede, de certa forma, qualquer um de ter um contacto mais amigável com a sociedade em geral. Naturalmente, somos rodeados de pessoas com uma educação diferente, porém, não tão longe do que se relaciona com os bons hábitos de convivência.

É mais esta uma das importâncias da educação em Angola.

As pessoas precisam saber como devem se relacionar com os outros e esta sabedoria é preveniente de uma boa educação.

Por outro lado, existe também a educação no sentido formal, aquela que vai mais além do que seria simplesmente um conhecimento sobre convivência em sociedade.

A educação formal mostra-nos o caminho para a construção de uma carreira profissional, munindo-nos de conhecimento que, quando aplicados gerarão enormes benefícios ao país e aos nossos próprios bolsos.

Outrossim, a educação formal ajuda-nos a nos mantermos estáveis no meio em que somos inseridos, a procurar soluções relativos a problemas que surgem por uma eventualidade, a nos abster-nos das más práticas e, sobretudo, promover o desenvolvimento do país.

Tocando em “desenvolvimento”, é sabido que o desenvolvimento sustentável de um país depende da força e contributo de pessoas que agem segundo uma certa educação, seja ela formal ou não.

Afinal, quem não teve o privilégio de se assentar em uma cadeira de escola para aprender e receber uma educação formal, este certamente teve uma educação familiar que ajudá-lo-á a inserir-se na sociedade e participar no desenvolvimento do país.

A educação familiar, é visto como a essência, pois é na família que se aprende a falar e manter uma comunicação saudável com os outros, aprende-se os nomes de objectos e criações naturais e, o mais importante, a interagir com qualquer outra pessoa de forma agradável.

Isto é suficiente para se inserir na sociedade.

Há muitos que param por aí, gozam apenas da educação familiar. Porém, há outros que têm o privilégio de frequentar a uma escola e aprender ainda mais.

O que se espera da educação em Angola?

O que se espera da educação em Angola

O futuro da educação em Angola é imprevisível, o que nos resta é apenas acreditar que um dia teremos uma educação melhor e que, de facto, chegue para mais pessoas de diferentes classes e níveis em toda a Angola.

Precisamos promover a educação garantindo para as nossas escolas:

Maior qualidade de ensino

Talvez você já saiba que a educação em Angola é de baixa qualidade comparando-se a outros países e, é realmente triste relembrá-lo. Mas é a verdade!

O melhoramento da qualidade de ensino em Angola deve e muito ser tido como prioridade no âmbito do melhoramento e desenvolvimento do sector da educação em Angola.

Isto, com certeza, significará um forte para o desenvolvimento do país em geral, pois assim, as pessoas passarão a receber conhecimento necessário e de maneira adequada para futuramente exercerem as suas funções de forma plausível.

Melhores condições

É evidente que centenas de escolas em Angola, na sua maioria públicas e alguns pequenos colégios, não possuem condições aceitáveis.

Apesar de que a qualidade de ensino se destaca entre os factores mais importantes, as condições podem ter um grande impacto no incentivo de os alunos irem ou não a escola, sobretudo quando são crianças, afinal, elas sabem que a escola é a nossa segunda casa.

Sendo assim, elas precisam sentir-se a vontade. Mas isso não se deve somente as crianças. É também um facto que a falta de condições nas escolas influencia no aprendizado, principalmente quando ela está assentada na falta de materiais para o ensino de determinadas matérias.

Uma escola de saúde, por exemplo, precisa possuir laboratórios devidamente equipados, pois a falta de um laboratório pode provocar problemas na percepção de certas matérias que deviam ser passadas aos alunos de forma prática.

Um exemplo para isso é que não se pode ensinar alguém a manusear uma siringa se não existir uma para a mesmo praticar e saber se de facto está apto a usar tal instrumento. O mesmo serve para outras várias áreas de ensino em Angola.

Na verdade, o conhecimento é transmitido, porém, a falta de prática garante a falta de experiência com tal instrumento, e a falta de experiência pode provocar situações desastrosas.

Contudo, a escola é, e deve ser um meio onde as pessoas devem sentir-se confortáveis para aprender tudo como se deve, para serem motivadas a frequentar mais vezes, o contrário disso deve ser sempre evitado, e isso só é possível melhorando as condições das escolas.

Valorização dos profissionais da área

Para muitos profissionais, a falta de valorização converte-se em desmotivação, e isso não se trata apenas de salários baixos, apesar de que um bom salário é tudo o que muitos profissionais da área de educação almejam.

Um professor, por exemplo, é um ser que contribui fortemente para para que se tenha um certo número de pessoas formadas e, por esta razão, deve merecer respeito. Devemos olhar para eles e reconhecer de que, de facto, somos o que somos por um dia ter recebido algo da parte deles e que nos serve até hoje, isso fará cada um reflectir sobre a consideração que se deve dar a profissão de um professor.

O que a falta de uma boa educação pode causar?

Um cenário desagradável, como se tem visto em Angola.

Essa é a resposta para essa questão.

Um dos grandes desastres que pode ser causado pela falta de educação é o retrocesso ao desenvolvimento.

Afinal, quanto menos pessoas educadas e formadas existirem no país, mais chances o país tem de se manter estagnado e nunca atingir um nível de desenvolvimento consideravelmente aceitável para qualquer país.

Por outro lado, a falta de educação influencia e muito na dificuldade de se encontrar um emprego, pois, cada vez mais, as empresas buscam profissionais capacitados e formados.

E mesmo que não se tenha uma formação profissional, uma educação de base é sempre fundamental para bem se inserir no ambiente de trabalho.

A falta disto pode abster qualquer um de ser empregado e ganhar a vida de forma honesta. E para alguém que não consegue ganhar a vida de forma honesta o que se espera é um desastre.

Em muitos casos, as pessoas tornam-se delinquentes para conseguir alguma coisa, e em outros casos, obrigam-se a realizar trabalhos inconvenientes para garantir um sustento, ou ainda, lançam-se a prostituição.

Isso e muito mais são as causas da falta de educação.

Conclusão

Há muito o que se pode dizer sobre a importância da educação em Angola. Porém, pode-se resumir que a educação em Angola representa um dos mais importantes temas e factores a ser considerado para o desenvolvimento sustentável do país.

Contudo, a importância da educação em Angola é clara e é a razão pela qual devemos promover este bem de modo a que todos sintam-se motivados a receber uma educação, pois só assim desenvolvemos e fazemos Angola desenvolver.

 

 

Compartilhe o artigo
error: Conteúdo protegido !!