Porquê investir em Angola? Conheça as 10 Razões para investir em Angola

Comece depois da publicidade

Porquê investir em Angola? Conheça 10 boas razões para investir neste país da África austral.


Explorar novos mercados e conhecer novas oportunidades de negócios é um desejo de qualquer investidor, e quando se acha um destino, a tendência é buscar por mais detalhes e encontrar razões para investir naquele país, cidade ou até mesmo bairro.

Então, se você é um investidor com olhos em outros mercados e encontrou Angola como destino para investir, é normal que busque por razões óbvias que o convençam a mergulhar neste mercado.

Neste artigo você verá algumas razões para investir em Angola e conhecerá mais sobre esse país. Sendo assim, recomendo que leia atentamente o artigo até ao final.

Um pouco sobre Angola

Um pouco sobre Angola

Angola é um país de grande dimensão geográfica. Um estado independente desde 11 de novembro de 1975. Localizado no sudoeste da África e com um número de habitantes girando em torno de 32 milhões.

É um país literalmente rico em recursos minerais e naturais, dos quais se destacam o petróleo e o diamante, que constituem mais de 90% das exportações do país.

O desenvolvimento de Angola em diversos sectores tem sido uma prioridade nos últimos tempos, no âmbito da diversificação da economia e do combate a crise económica que o país enfrenta desde 2014, causado pela baixa do preço do barril de petróleo no mercado internacional.

Contudo, até aqui, alguns sectores já demostram um crescimento significativo, como é o caso do sector da agricultura. Lembrando que, actualmente, Angola é o maior produtor de banana do mundo.

Porém, apesar de todos estes dados animadores, é importante realçar que nem sempre foi assim.

Porquê?…

Angola passou por momentos difíceis em tempos atrás, devido a guerra civil após a independência em 1975 que durou quase 3 décadas (30 anos), deixando para baixo várias infraestruturas e trazendo resultados negativos para o desenvolvimento socioeconômico do país.

Contudo, em 2002 Angola conseguiu restabelecer a paz e começou uma nova era rumo a reconstrução de tudo quando fora destruído durante o período de guerra civil.

Mas tudo não foi tão bem, pois desde 2014 o país enfrenta uma crise económica e financeira que se traduziu em pobreza, fome, desemprego, fuga de investimentos estrangeiros e tantos outros prejuízos não menos graves como o aumento da criminalidade e o elevado índice de prostituição.

Mas, diante de tudo isso, o país se mantem firme e com o foco em alcançar níveis de desenvolvimento consideráveis. Isso é o que se pretende de várias formas, e uma delas é por meio da atracção de investidores estrangeiros (e nacionais) para o país.

Com mais investimentos obviamente mais receitas serão arrecadadas pelo estado, além da possibilidade de gerar mais empregos para as populações e vários outros benefícios. Porém, se você deseja investir em Angola, saiba que existem outras informações e factos importantes que precisa saber sobre este país. Confira a seguir:

Mais dados sobre Angola

Abaixo estão alguns dados importantes sobre Angola, descritos resumidamente. Você deve considerar estes dados caso queira realmente investir no país:

  • Presidente: João Manuel Gonçalves Lourenço.
  • Capital: Luanda
  • Moeda: Kwanza
  • Língua Oficial: Português.
  • Principais Línguas Nacionais: Umbundu, Kimbundu, Kikongo, Tchokwe.
  • Data da Independência: 11 de Novembro de 1975
  • Clima: Tropical.
  • Estações: cacimbo (seca) de maio a setembro; estação chuvosa (mais quente) de setembro a maio.
  • Temperaturas Médias: 30ºC (máximas) e 17ºC (mínimas).
  • Superfície geográfica: 1.246,700 km2
  • Ponto mais alto: Morro do Môco – 2.620m (localizado no Huambo).
  • Fronteiras: Oceano Atlântico (oeste); República Democrática do Congo (Norte); Zâmbia (este); República da Namíbia (sul).
  • Extensão das Fronteiras: Marítima: 1.650Km; terrestre: 4.837Km.
  • Geografia: 60% do território são planaltos de 1.000 a 2.000m com uma densa e extensa rede hidrográfica.
  • Principais rios: Kwanza, Cunene e Cubango.

Outros factos sobre Angola

A bandeira de Angola
A bandeira de Angola
  • Angola é o 7º maior país de África e o 24º maior do mundo.
  • Angola é o segundo maior produtor de petróleo bruto de África e o 14º maior do mundo.
  • Mais de 90 % das exportações de Angola são relativas a petróleo e a diamantes.
  • Angola é actualmente o quarto maior produtor de diamantes do mundo.
  • Além do petróleo e diamante, Angola é um país rico em recursos como: gás natural, ferro, urânio, fosfato, cobre, manganês, zinco, chumbo, estanho, tungstênio, ouro, quartzo, energia hídrica mármore e granito…
  • Angola possui 69 milhões de hectares de floresta, 650 quilómetros de costa e capacidade de irrigar 7,5 milhões de hectares.
  • O país possui ainda 35 milhões de hectares aráveis, dos quais 14% em utilização.
  • Angola é um país rico em fauna, que é composta por grandes espécies africanas, como girafas, zebras, leopardos e a existência da palanca negra Gigante, uma espécie rara e apenas existente em Angola.

Relações Internacionais

As principais relações internacionais de Angola são:

  • União Africana – desde 1975
  • ONU (Organização das Nações Unidas) – desde 1976
  • FMI (Fundo Monetário Internacional) – desde 1976
  • Banco Mundial – desde 1989
  • OMC (Organização Mundial do Comércio) – desde 1996
  • CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (membro fundador)) – desde 1996
  • OPEP (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) – desde 2007

A economia de Angola

A economia de Angola está em uma fase de recuperação, devido à baixa causada pela crise econômica e financeira em 2014. No entanto, maior parte das receitas do país tem origem na exploração de recursos como petróleo e diamante.

Porquê investir em Angola?

10 Razões para investir em Angola

Apesar dos dados mostrados acima sobre Angola, e que podem significar razões óbvias para investir em Angola, existem ainda outras razões do “porquê” investir em Angola, que chegam a ser convincentes e até curiosas.

Abaixo listei mais 10 razões para investir em Angola que você precisa conhecer e considerar na hora de decidir se vai ou não investir nesse país. Confira:

1. Terceiro país mais atractivo para captura de investimentos

Um estudo recente desenvolvido por uma organização internacional independente, que tomou uma amostra de 600 inqueridos de várias partes com a finalidade de compreender o interesse dos investidores para com o continente africano, dá conta de que, actualmente, a nível da região da África subsaariana, Angola é o terceiro país mais atractivo para captura de investimento externo, perdendo apenas para a Nigéria e África do Sul.

2. Riquezas naturais

Uma das razões que está na base da atração de investidores para Angola é a sua riqueza em recursos naturais.

Como já mencionado acima, Angola é actualmente o 4 maior produtor de diamantes do mundo. O país, até então, possui 14 projectos de extracção de diamantes.

Além disso, ainda existe o petróleo que, por muito tempo, sustentou a economia de Angola com preço de barril consideravelmente alto (cerca de USD110), e apesar de ter caído drasticamente para USD39 em 2014, o petróleo continua significando muito para a economia de Angola nos dias de hoje.

E sobre recursos naturais não é tudo, pois, Angola é também rico em recursos como gás natural, ferro, urânio, fosfato, cobre, manganês, zinco, chumbo, estanho, tungstênio, ouro, quartzo, energia hídrica mármore e granito, etc.

3. Dimensão considerável

Angola ocupa 1.246,700 quilómetros quadrados habitado por mais de 32 milhões de habilitantes. Apesar de uma grande parte da população viver abaixo da linha da pobreza, o número de habitantes e de possíveis consumidores é considerável.

4. Potencial de desenvolvimento

Apesar do que se vive hoje no país, Angola apresenta um grande potencial de desenvolvimento face ao que se tem feito para a melhoria das condições de vida das populações e do ambiente de negócios. Durante a década que intermediou os anos de 2004 e 2014, Angola foi um dos países com o melhor ritmo em termos de desenvolvimento económico em África.

5. Oferta da possibilidade de expansão

Investir em Angola dá-lhe a possibilidade de facilmente expandir sua visão para outros mercados de países vizinhos. A razão que explica isto é que Angola possui fronteiras abertas com quatro países, nomeadamente: República Democrática do Congo, Congo Brazille, Zâmbia e a Namíbia.

6. País sedento de inovação

Angola é um país com uma população maioritariamente jovem, atentos as novas criações cada vez mais inovadoras. No entanto, qualquer inovação trazida por investidores estrangeiros e não só, é bem-vinda e recebida no mercado angolano.

7. Estabilidade política

Angola é um país politicamente estável desde 2002, ano em que se proclamou a paz neste mesmo país. De lá para cá, Angola é um país com uma política que se mantem estável, e é esta uma das razões do porquê investir em Angola, pois, a estabilidade e a maturidade política são sinais positivos que se pode dar a economia de qualquer país.

8. Incentivo aos investidores

Atrair investidores estrangeiros para Angola é uma prioridade para o governo. Desde 2017, deu-se início a um processo de implementação de reformas com a finalidade de promover o investimento e aumentar a competitividade. O governo Angolano está a criar condições e a melhorar o ambiente de negócios para que mais investidores manifestem o interesse de investir em Angola.

9. Facilidade de constituição de empresas

O guichê único da empresa é um serviço que facilita a constituição de empresas em Angola. Através dele é possível constituir empresas sem sair de casa.

10. Contribuição para o seu desenvolvimento

Como já mencionado acima, Angola enfrenta um período de crise económica, e diante disso, o governo angolano tem criado planos e estratégias para retirar o país deste terrível fenómeno, e uma das estratégias é a atracção de mais investidores no país. Neste sentido, qualquer investidor que participe no mercado angolano estará contribuindo de certa forma para o desenvolvimento deste país.

Oportunidades de investimentos em Angola

Sectores com oportunidades de investimentos em Angola

A necessidade de se ter uma economia diversificada e o grande desejo de se observar um desenvolvimento em diversos sectores, abre um conjunto de oportunidades de negócios em vários sectores da economia.

No entanto, em Angola, as oportunidades de negócios para investidores estão centralizadas em sectores como:

  • Agricultura, Produção Animal e Silvicultura
  • Indústrias de manufatura e processamento
  • Pesca e Aquicultura, incluindo processamento de pescado
  • Construção e Apoio habitacional
  • Saúde (Medicina Preventiva, Indústria Farmacêutica, etc.)
  • Educação (Ensino Regular e Formação Técnico-Profissional)
  • Transporte e Telecomunicações
  • Hospitalidade e Turismo
  • TI e tecnologia de gestão
  • Energia

O que “mais” considerar na hora de investir em Angola?

Você pode agora ter todas as razões para investir em Angola e estar convencido de seguir em frente com sua decisão, porém, é importante considerar alguns factores importantes que poderão ajudá-lo ainda mais em sua jornada como investidor em Angola. Confira algumas delas abaixo:

  • Aipex – se você deseja investir em Angola deve conhecer a AIPEX – Agência de Investimento Privado e Promoção das Exportações de Angola, é uma pessoa colectiva de direito público cujo objetivo é promover as exportações, captar investimentos privado, registar propostas de investimento etc.… saiba mais no site da Aipex. 
  • A população – Segundo dados de 2020, Angola tem cerca de 32 522 339 habitantes, o país conta actualmente com uma taxa de natalidade girando em torno de 42,7%, a taxa de mortalidade é de 8,5% e a esperança média de vida atinge os 61,3 anos.

A população Angolana é maioritariamente jovem. Com total interesse em apreciar iniciativas inovadoras. Sendo assim, qualquer ideia de negócio que prometa benefício, é bem-vinda. Os investidores podem sentir-se a vontade ao trazer para o país novos negócios.

  • Condição de vida da população – Em Angola há um número elevado de pessoas sem a possibilidade de adquirir certos produtos e serviços, isto se deve ao facto de que, quase a metade da população total é pobre, dado que se agravou ainda mais durante o período pandêmico.

Actualmente, a pobreza em Angola atinge 41% da população (dados de 2019 – INE), sendo que as províncias com o maior índice de pobreza são Cunene, Cuando Cubango, Huila, Namibe, Huambo, Bié e Cuanza Sul.

  • O ambiente de negócios – O ambiente de negócios em Angola é desafiador. Porém, tudo se tem feito para melhorar o ambiente de negócios e garantir melhores condições para os investidores – assegurou o presidente da República João Lourenço no Fórum sobre Investimento em Angola, organizado no âmbito da iniciativa anual britânica conhecida como “África Debate”, realizada a 4 de novembro de 2020.

Conclusão

A decisão de investir ou não em Angola deve ser acompanhada com uma análise ou uma busca de conhecimento sobre vários factores, muitos dos quais foram mencionados neste conteúdo.

Através do conteúdo acima, é possível ter uma ideia sobre como seria investir em Angola, tendo em conta o que Angola tem a oferecer aos investidores, e o que você, como investidor, pretende adicionar ao mercado angolano.

Porém, caso ainda exista alguma dúvida ou falte alguma informação concernente a investimentos em Angola, recomendo que entre em Contacte com a AIPEX para mais informações.

Bons investimentos!

Compartilhe o artigo
error: Conteúdo protegido !!