CuriosidadesViagens

Conheça as grutas do Nzenzo e seus mistérios

As grutas do Nzenzo, conhecidas também como Pedra de torneira “Stady dya Nzenzo” e considerada uma das 7 maravilhas de Angola, é um local misterioso, porém, único e com uma beleza de abrir a boca de admiração. Foi descoberto recentemente no meio da floresta tropical da província do Uíge, no município de Ambuíla, na sede Mantoyo.

Apesar de ser descoberto recentemente, as grutas já existem há vários anos. Alguns residentes contam que a gruta era usada como local de refúgio para algumas pessoas durante o tempo de guerra.

O local é bom para turistas e também para quem deseja ver de perto as maravilhas da natureza encontradas na gruta, algumas sem explicação até aos dias de hoje. Para visitar o local é preciso mais do que vontade e condições por parte dos turistas, é preciso a permissão das autoridades tradicionais.

Como chegar às grutas do Nzenzo

Afirma-se que não é fácil chegar até as grutas. Para quem se encontra na capital da província, que recebe o mesmo nome (Uíge) tem de percorrer cerca de 100Km em uma viatura de altura livre do solo elevada, preferencialmente, devido aos buracos que se podem encontrar na via que garante o acesso ao local.

Por outra, as grutas encontram-se escondidas entre a floresta, o que significa que é difícil achar por conta própria quando se é apenas um turista, aliás, isso não se recomenda a ninguém, até por questões de segurança.

Entretanto, o melhor mesmo é ir acompanhado de um residente local para conduzi-lo até às impressionantes grutas do Nzenzo, lembrando que, não se deve chegar ao local sem a permissão das autoridades tradicionais, nesse caso, o Soba daquela região.

Ao chegar às grutas do Nzenzo o Soba conduzirá a cerimónia (necessária) para entrar na gruta ungindo os turistas com óleo de palma e cinza e dando a cada um deles um pouco de cola (macazo), sal e maruvo.

Factos misteriosos sobre as grutas do Nzenzo

As grutas do Nzenzo mostram-nos uma imagem do que se pode considerar uma criação natural totalmente única e impressionante, mas, alguns factos sobre elas são capazes de nos deixar curiosos e talvez admirados, como por exemplo, ao entrar nas grutas, os turistas são protegidos por uma sereia que abre as portas da gruta a pedido do soba, mas não é apenas uma vez em que a sereia é contactada pela autoridade tradicional.

Ao abandonar o local, o Soba contacta novamente a sereia para agradecer pela proteção aos turistas. Razão pela qual, a autoridade tradicional deve ser sempre o último a abandonar o local.

Você já deve perceber por que não se pode entrar sozinho e sem permissão nesse local, mas isso não é só.

No interior da gruta vê-se jorrar uma água daquelas que nos convida a apreciar de perto e aproveitá-lo para um bom banho. Felizmente, é possível, com a permissão da autoridade tradicional tomar um banho dessa água, mas, o que é mesmo curioso é que a água jorra a partir de um orifício localizado na parte superior de uma pedra, que é considerada misteriosa, pois, essa mesma água que jorra dela não se pode perceber de onde vem, ou seja, ninguém consegue explicar claramente de onde vem a água que jorra na gruta.

Vale mencionar o facto de que não há qualquer rio ou lagoa nas proximidades da gruta, sabe-se apenas que a água jorra daquela pedra misteriosa, mas, como pode uma pedra, por si só, jorrar água? Ficam as nossas dúvidas.

Outro facto misterioso é que, segundo lendas, é possível encontrar no local sereias tomando banho ou cobras misteriosas rastejando tranquilamente.

Leia também:

 

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!