Como saber se sou soropositivo?

Comece depois da publicidade

O termo soropositivo (ou seropositivo) é usado para se referir a um indivíduo portador de anticorpos no sangue que provem a presença de um agente infecioso. Entretanto, esse termo é mais usado em descrição da presença do VIH, o vírus que causa a Síndrome da imunodeficiência adquirida (SIDA), no sangue [Wikipédia].

O VIH é um vírus que ataca e destrói o sistema imunitário do nosso organismo, ou seja, destrói os mecanismos de defesa que nos protegem de doenças. Existe entretanto, dois tipos de VIH: o VIH-1 e VIH-2, sendo o primeiro o mais frequente em todo o mundo.

Entretanto, é um facto que nem toda a pessoa infetada pelo VIH possui a SIDA.

A SIDA É um conjunto de sinais e sintomas que surgem pela deficiência do sistema imunitário, que vai ficando com menos capacidade de resposta ao longo da evolução da doença, ela pode surgir depois da infeção do VIH.

Mas, em geral, estar infetado pelo HIV não significa ter SIDA, as pessoas que estão infetadas com VIH são soropositivas, e podem ou não desenvolver a SIDA.

Como saber se sou seropositivo – Sintomas do VIH

Muitas pessoas infetadas pelo VIH não se apercebem que são soropositivas, pois o vírus frequentemente não apresenta sintomas claros no princípio. Neste caso, realizar um teste é o melhor a ser feito para saber se é ou não soropositivo (seropositivo).

Mas, levando em conta as possibilidades de contaminação pelo vírus, algum comportamentos pode dizer muito a respeito de estar ou não infectado pelo vírus, como, por exemplo, ter tido relações sexuais desprotegida (sem o uso do preservativo) ou partilhar agulhas, seringas ou outro equipamento utilizado na preparação de drogas ilícitas para injeção.

É importante mencionar que o VIH não se transmite apenas pelo sexo vaginal. A prática desprotegida do sexo anal entre homem e mulher possui maior risco do que o sexo vaginal desprotegido. Por outro lado, no sexo anal entre homens, o risco é maior para para a pessoa recetiva.

Existe ainda a possibilidade de contaminação pelo sexo oral desprotegido, apesar do risco ser menor em relação ao sexo anal e vaginal.

Contudo, deve-se também estar atento aos sintomas (que podem ser semelhantes aos da gripe) que podem surgir inicialmente, ou duas semanas após o contato com o vírus, como:

  • Febre baixa
  • Cansaço
  • Suor noturno
  • Dor de garganta e tosse seca
  • Dor de cabeça
  • Diarreias
  • Aftas ou feridas na boca;
  • Gânglios linfáticos inchados.
  • Erupção na pele.

Importa realçar que posteriormente os sintomas podem ser ainda mais graves como:

  • Diarreia prologada
  • Pneumonia
  • Perda rápida de peso
  • Lesões na boca, no ânus ou na genitália
  • Depressão
  • Perda de memória e outros.

Conclusão: Como saber se sou seropositivo?

Para saber se você é ou não um soropositivo é preciso identificar se teve algum comportamento de risco, como os que mencionamos acima, ou ainda, estar atento aos sintomas e recorrer ao exame de sangue caso estes apareçam ou após 40 a 60 dias do comportamento de risco. Lembrando que, pode se dar o caso de estar contaminado com o vírus e não manifestar sintomas, por isso, é recomendo realizar o reste novamente após 3 e 6 meses.

Publicidade

Leia também:

error: Conteúdo protegido !!