CuriosidadesSaúde e bem estar

Como funciona o teste de DNA?

Certamente você já ouviu falar em teste de DNA ou teste de paternidade! Mas você sabe como ele funciona? Não? Então, você está no lugar certo!

Continua lendo que neste artigo você vai aprender como funciona o teste de DNA, o que é o DNA fingerprint. Confira!

O que é o DNA?

 O DNA (ácido desoxirribonucleico) é um tipo de ácido nucleico relacionado com o armazenamento e transmissão das informações genéticas.

O sequenciamento do DNA dá acesso a informações que herdamos de nossos pais, sendo possível investigar não somente os traços físicos, mas também alterações que podem provocar doenças.

Por mais parecido/a que você seja com seu pai a verdade é que cada um de nós possui cinquenta por cento do DNA do pai e cinquenta por cento do DNA da mãe.

Logo, através da comparação de semelhança genética é possível identificar os parentes mais próximos de um indivíduo ou mesmo identificar um criminoso que tenha deixado vestígios biológicos dos seus atos.

O facto é que 99,9 por cento do DNA de todos os seres humanos é igual e apenas 0,1 por cento de DNA é que contém as diferenças que nos tornam únicos.

Essas diferenças são chamadas de polimorfismo e são responsáveis pela nossa individualidade no nosso DNA.

Quais são as etapas para realização de um teste de DNA?

Como funciona o teste de DNA?

A realização de um teste de DNA obedece às seguintes etapas:

  •  Coleta do material;
  • Extração do DNA das células coletadas e;
  • Eletroforese em gel.

A primeira etapa para a realização de um teste de DNA é a coleta do material.

Quase todas as células do nosso corpo possuem núcleo e dentro destes está o DNA, logo a coleta do material genético pode ser feita em qualquer célula do corpo ou mesmo em fluidos corporais como sêmen ou a secreção vaginal, saliva ou sangue.

Artigos Relacionados

Em seguida é feita a extração do DNA das células coletadas. Realizada a segunda etapa da extração do DNA das células coletadas, então essas moléculas são amplificadas por meio de uma técnica chamada de PCR.

Por último ocorre a eletroforese em gel que consiste em colocar as amostras de DNA numa placa de gel de agarose e recebe uma descarga elétrica.

Como DNA é o máximo que em meio aquoso possui carga negativa seus fragmentos são atraídos pela carga positiva de um dos polos da placa.

As amostras pequenas se deslocam com facilidade por esse gel enquanto amostras maiores com mais repetições ficam retidas no princípio.

O resultado é um padrão de traços chamado ‘’sim pandas’’ e assim se obtém o perfil genético do indivíduo, o que é também conhecido como DNA fingerprinting ou identidade do DNA.

Conclusão

Como vimos o teste de DNA não serve apenas para determinar o grau de parentesco como muitos pensam.

Ele serve também, por exemplo, para compreender melhor nossa ancestralidade ou até mesmo traçar o perfil genético de uma população, identificar um criminoso e o mais importante um teste DNA também pode mostrar informações sobre a sua saúde, mostrar se você tem tendência para sofrer de alguma patologia ou até algum tipo de câncer.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!