Curiosidades

Como as pessoas aprendem? Entenda tudo de uma vez

Através das várias mudanças que foram (e vão) acontecendo nas escolas, nos professores e nos seus métodos de ensino, a aprendizagem também mudou. É certo que hoje podemos aprender de várias maneiras, mas como sabemos se realmente um método funciona melhor que o outro? Como as pessoas aprendem afinal?

Essas são algumas dúvidas que surgem em conjuntas e merecem esclarecimentos. As pessoas hoje não são mais limitadas a pouquíssimas fontes de conteúdo e informação como nos tempos passados.

Se antes as pessoas aprendiam apenas lendo um livro, jornal ou participando de ensinamentos e palestras de quem domina a matéria, hoje o cenário mudou completamente, você tem como ter acesso a uma chuva de informações usando seu telefone.

Esse é um exemplo claro de como a maneira como as pessoas aprendem se desenvolve conforme o mundo vai se desenvolvendo.

Porém, para realmente entendermos melhor sobre como realmente aprendemos, ou que fenômeno acontece para que certa matéria seja inserida em nossa memória humana é importantes antes sabermos que o processo de aprendizagem é basicamente constituído por duas áreas do cérebro, nossa área de memória de longo prazo e a área de memória de trabalho.

Como as pessoas aprendem?

Como as pessoas aprendem?

Para que as pessoas aprendam qualquer coisa, é essencial que as duas áreas de memórias citadas acima atuem.

A memória de longo prazo tem um espaço maior no nosso “HD” cerebral e ela trata de armazenar tudo o que já aprendemos ao longo das nossas vidas, por isso que na andragogia (ciência ou arte de orientar adultos a aprender) é necessário considerar o conhecimento prévio desse estudante.

Já a memória de trabalho ocupa um espacinho bem menor, se comparado ao espaço utilizado pela memória de longo prazo e sua função é captar os estímulos externos e criar as conexões com a memória de longo prazo e então construir o conhecimento.

Para que esse processo se realize com qualidade a memória de trabalho precisa de estímulos externos que podem ser: livros, pessoas, alimentos, sons e outras experiências do seu cotidiano que geram as conexões entre a memória de longo prazo e a memória de trabalho.

Como temos uma dificuldade severa de aprendizado, precisamos repetir esses processos, para que as conexões estabelecidas se fortaleçam e fiquem “gravadas” na memória de longo prazo.

Como aprender algo novo?

Aprender algo novo nos dias de hoje não é mais um problema, já que você só precisa de fontes de informações e hoje é fácil ter acesso a muitas delas. Você pode aprender algo novo:

  • Lendo livros ou artigos na internet;
  • Conversando com pessoas;
  • Participando de ensinamentos;
  • assistindo a vídeos no Youtube;
  • Criando experiências novas, etc.

Em suma, há hoje várias formas de obter conhecimento ou aprender algo novo com mais facilidade, diferente de como era há alguns anos.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!