Cuspir sangue é normal? O que pode ser?

A presença de sangue na saliva ou catarro pode acontecer devido a infecções ou inflamação das vias aéreas, podendo ser indicativo de bronquite ou bronquiolite, por exemplo, sendo normalmente acompanhado de outros sintomas como dificuldade para respirar, dor no peito e cansaço.

Além disso, cuspir sangue pode também acontecer após uma pancada na boca ou no nariz, ou ser consequência da gengivite.

Assim, neste artigo vamos abordar sobre estas doenças e outras que levam uma pessoa a cuspir sangue, as principais causas e o que nós podemos fazer para evitar que isso retorne. Confira!

Gengivite

A gengivite é uma das causas mais comuns que levam uma pessoa a cuspir sangue, principalmente ao escovar os dentes.

Isso porque as gengivas ficam mais sensíveis e fragilizada devido ao excesso de placas bacterianas entre os dentes.

Além do sangramento, é comum que na gengivite seja notada a dor, mal hálito, vermelhidão e inchaço na gengiva.

O que fazer nesse caso?

É importante consultar o dentista para que seja feita uma limpeza mais profunda na boca, em que serão removidas todas as placas bacterianas resistentes e é feita a aplicação de flúor.

Além disso, é importante manter a boa higienização bucal escovando os dentes pelo menos três vezes ao dia e fazendo o uso do fio dental, pois dessa forma é possível prevenir a gengivite.

Uso de anticoagulantes

Os medicamentos anticoagulantes como a warfarina, por exemplo, impedem a formação de coágulos de sangue porque bloqueiam a ação de substâncias que fazem a coagulação.

Assim, é normal que as pessoas que tomam esses medicamentos tenham hemorragias com mais facilidade ou tenham mais dificuldade de estancar essas hemorragias, podendo cuspir sangue.

O que fazer nesse caso?

É importante informar ao médico sobre qualquer efeito colateral que possa ter surgido, após iniciar o uso do medicamento, incluindo o cuspe com sangue.

Assim é possível que o médico avalia suspensão ou troca do medicamento.

Bronquite

A bronquite caracteriza-se por uma inflamação dos brônquios que podem ter como sintomas a tosse, falta de ar, catarro que pode ter sangue, ruídos ao respirar, lábios e pontas dos dedos arroxeados e inchaço das pernas.

Devido à frequência da tosse é provável que a garganta fique mais ressecada, o que pode causar o cuspe com sangue.

O que fazer nesse caso?

É importante consultar o clínico geral ou pneumologista para que seja identificado o tipo de bronquite e assim possa ser indicado o tratamento mais adequado, que pode envolver o uso de medicamentos analgésicos expectorantes, antibióticos broncodilatadores ou corticoides.

Bronquiectasia

Bronquiectasia é uma doença pulmonar que provoca sintomas como tosse com ou sem sangue, falta de ar, mal-estar, dor no peito, mal hálito e cansaço.

Essa doença acontece devido à dilatação permanente dos brônquios e bronquíolos que podem ser causados por infecções bacterianas recorrentes ou pela obstrução dos bronquíolos.

O que fazer nesse caso?

A bronquiectasia não tem cura e o tratamento consiste em melhorar os sintomas, impedir a progressão da doença, podendo ser indicado pelo médico o uso de antibióticos mucolíticos e expectorantes para facilitar a liberação do muco ou broncodilatadores para facilitar a respiração.

Tuberculose

A tuberculose é uma doença infecciosa causada pela bactéria mycobacterium tuberculoses, também conhecida como bacilo de Koch, que atinge os pulmões, onde se multiplica e leva o desenvolvimento de alguns sintomas como dor e dificuldade para respirar, suor, frio, febre baixa e tosse com sangue, sendo esse o principal sintoma de cativo de tuberculose.

O que fazer nesse caso?

Na presença de tosse com sangue é importante que a pessoa seja encaminhada às urgências, pois assim é possível que sejam feitos exames que ajude a concluir o diagnóstico e iniciado o tratamento mais adequado.

Doença pulmonar obstrutiva crônica

A doença pulmonar obstrutiva crônica é uma doença respiratória em que existe a inflamação e lesão dos pulmões, levando ao aparecimento de alguns sintomas como falta de ar, tosse com catarro com sangue e dificuldades respiratórias.

O que fazer nesse caso?

A doença pulmonar obstrutiva crônica não tem cura, mas os sintomas podem ser aliviados com a adoção de um estilo de vida saudável, com os medicamentos como broncodilatadores e corticóides ou expectorantes, por exemplo, e com fisioterapia específica para esse tipo de doença.

Embolia pulmonar

A embolia pulmonar acontece devido ao entupimento de um vaso sanguíneo do pulmão, o que impede a passagem de sangue causando a morte progressiva da parte afetada, levando a ocorrência de sintomas como dor no peito em pontada ao respirar, falta de ar e tosse com sangue.

O que fazer nesse caso?

O tratamento da embolia pulmonar deve ser feito com urgência de forma a evitar sequelas sendo normalmente indicado pelo médico o uso de medicamentos anticoagulantes que fazem dissolução do coágulo analgésicos para aliviar a dor no peito e se necessário, uma máscara de oxigênio para auxiliar a respiração e a oxigenação do sangue.

Conclusão

É importante consultar o clínico geral quando o cuspe com sangue é frequente, não melhora ao longo do tempo e acompanhado de outros sintomas, pois assim é possível investigar a causa e iniciar o tratamento mais adequado.

Lembre-se de não tomar nenhum medicamento sem prescrição médica.

Leia também: